Arquivo da tag: #economia

Quanto custa viver em Auckland

moeda-da-nova-zelandacircndia

Hello Brasil!

Muita gente tem perguntado sobre o custo de vida aqui em Auckland, então vou descrever para vocês.

Lembrando que Auckland é a cidade mais cara da Nova Zelândia.

Hospedagem: Custa em de  média de NZ$ 170 por semana um quarto dividido. O quarto individual está em média de NZ$250. É necessário dar um Bond normalmente de 3 semanas.

-Bond é como se fosse o deposito no Brasil, sendo que aqui eles devolvem no final da sua estadia.

Transporte:  Aqui tudo pago por trecho, o menor valor de trecho é NZ$ 2,50. Já paguei NZ$ 5,00 por 25 minutos até a praia de Takapuna, ou seja, se foi NZ$ 10 só para andar de ônibus. O trem funciona assim também, umas 5 estações depois eu desembolsei NZ$ 5,50. Aqui também tem ferry boat que leva a algumas ilhas próximas, os preços variam de acordo com o destino.

Alimentação: É umas das coisas mais baratas aqui. Nos fast foods é possível  encontrar lanches por 5 dolares. Cozinhar sempre é uma boa opção para quem quer economizar, existem 2 grandes  supermercados aqui em Auckland, o Countdown e o New World, então é pechinchar e ir atrás de promoções. Eu tenho gasto em média de NZ$ 40 por semana.

Passeios: Tenho feito por conta própria, então os gastos tem sido menor, mas aqui por ser um País turístico as agências metem a mão. Alugar um carro e dividir os gastos com amigos fica mais em conta dependendo do destino. O aluguel de um carro econômico sai a NZ$ 50 a diária.

Roupas: Aqui tem para todos os gostos e bolso. Tenho encontrado roupa boa e da moda por preço bem acessível.  Tem lojas de departamentos como Cotton e Postie que dá para achar coisa boa e barata. Aqui também existem vários brechós, roupas semi novas com precinhos ótimos.

Eletrônicos: É barato para quem ganha em dólar, ou seja, quem já mora aqui. Por exemplo, um  Iphone 5s custa NZ$500. Se você trouxer reais convertidos em dólar sai o mesmo preço do Brasil. Agora depois de um tempo que você conseguir emprego, fica bem mais em conta.

Então é isso galera..até o próximo post e curta nossa page no facebook.

Anúncios

Você não precisa ser rico para viajar

Fazer uma viagem, apesar de recompensador, é algo que demanda dinheiro, mas você não precisa ser rico para viajar como muitos pensam. Eu não sou rica, e estou muito longe disso, mas abnego algumas coisas para conseguir viajar.

Não precisa de luxo

Não precisa se hospedar no melhor hotel, comer nos melhores restaurantes ou voar na melhor companhia aérea. A dica é: Se você tem pouco dinheiro, pesquise, pesquise e pesquise. Você encontrará lugares bem mais econômicos e tão bons quanto aos de luxo.
Já se você é desencanada(o) como eu, hospede-se em hostel (albergues), isso garante uma economia com hospedagem de 70%, escolha o voo com preço mais econômico, mesmo que isso signifique conexões (aventuras de vez em quando é bom rs). E se um dia gastou muito no restaurante que queria, no outro dia coma no Mc Donalds.

Mudar estilo de vida

Sim! Esse é o fator crucial de quem não é rico e gosta de viajar. Tem que abrir mão de algumas coisas para sobrar dinheiro no fim do mês.

Viajar é prioridade

Eu amo viajar, então sei que um iphone é o mesmo preço de uma passagem aérea internacional, compro o iphone ou a passagem? A passagem lógico! Mas isso é prioridade. Esta é a minha, se for a sua você também terá que fazer escolhas.

Quem quer faz

Esse é o meu lema. Nunca fui acomodada com as coisas, tanto que tenho minha casa própria e consegui com meu esforço e trabalho, sem ajuda de ninguém. Para viajar também sou assim, penso num destino, foco no objetivo e vejo meio de conseguir realizar.
Você quer, então busque informações a respeito do lugar, veja média de valor a gastar por dia, os preços dos passeios que deseja fazer, a partir daí veja como pode economizar para conseguir a grana.

Se organize

Pois bem… o objetivo é economizar! Aff que difícil!! Principalmente quando não se ganha bem e o salário é contado. Mas faça planilha de gastos e veja o que pode abri mão para que sobre um “cascalho” fim do mês.

No meu caso eu abri mão do plano pós pago do telefone celular, diminui a quantidade de canais da tv, utilizo o ar condicionado somente em calor extremo, as unhas da mão eu mesmo faço, me dou o luxo de ir ao salão somente de 3 em 3 meses, nesse intervalo uso minha própria chapinha para manter o liso e faço a hidratação em casa, etc.

Conclusão

Se você é pobre e gosta de viajar vai ter que abrir mão de algumas coisas, mas isso será recompensador porque não tem a coisa mais gostosa na vida do que fazer a mala, pegar um avião e chegar numa cidade nova!

Boa sorte! Good Luck!

Salvador-BA

“Ô nego chega mais pra eu te contar sobre essa viagem…”

10270521_1557370151164474_751026615681409407_n

Salvador foi só uma parada rápida, pois meu destino era o Morro de São Paulo, mas aproveitei as maravilhas desta capital.

Embarquei no RJ com destino a Salvador na tarde da sexta feira (26/09/2014). Cheguei a capital Baiana por volta das 18:00h e segui para o Hostel Barra , super indico, pois fica bem localizado, perto do Farol da Barra.

Para aproveitar a noite, fui ao Barro Vermelho junto com 2 meninas que conheci no hostel. Um lugar boêmio e bem eclético, dá gente de tudo que é estilo, bom para comer o famoso acarajé, esse que não conhecia ainda, e bater papo tomando umas cervejinhas. Não fui embora muito tarde porque pretendia acordar bem cedo para passar em alguns pontos turísticos antes de embarcar para o Morro (Morro de São Paulo).

10409606_1557370251164464_5632333631468655936_n

Na manhã do sábado acordei cedo, antes do café da manhã, mas “roubei” umas bananas para comer no caminho, brincadeira a parte, o dono disse que eu poderia pegar. Rsrs

Fui caminhando pela Orla até o Farol, um lugar bem bonito. Tirei umas fotos e depois segui para pegar o ônibus para ir até o Mercado Modelo. No Mercado, caminhei, comprei umas lembrancinhas e subi o elevador Lacerda para conhecer, este paga-se 15 centavos para subir e mais 15 centavos para descer.

10418373_1555858707982285_1118699333830499070_n

10384217_1557368561164633_6613904275086364608_n

10675744_1557370107831145_8197294247196600425_n

Depois segui para o Terminal Marítimo São Joaquim , já que havia resolvido ir pelo jeito mais econômico, de ferry boat até Ilha de Itaparica, depois onibus para Valença, e em Valença a lancha rápida até o Morro. O relato sobre o Morro de SP merece outro post…

Gastos:

Passagem RJ x SSA (ida evolta): R$ 200,00

Ônibus até a Barra (hostel): R$ 2,80

Hostel: R$ 40,00 (1 diária)

Acarajé: R$ 7,00

Bebidas: R$ 12,00

Ônibus para barro Vermelho (ida e volta) R$ 5,60

Ônibus até Mercado Modelo: R$ 2,80

Mercado Modelo: R$ 20,00 (gifs)

Taxa Elevador Lacerda: R$ 0,30

Ferry boat: R$ 5,20

Ônibus para Valença: R$ 18,00

Lancha rápida: R$ 18,00

10 dicas para economizar e viajar mais

Eu sempre vejo posts do tipo “dicas para economizar e viajar mais” e cheguei a uma conclusão: muitos deles são inviáveis para os cidadãos comuns. Por exemplo, é fácil dizer: venda seu carro, economize e viaje. Ok, até funciona para alguns, mas certamente para mim e milhares de pessoas não funcionará.

Não tenho uma fórmula mágica, mas cito 10 coisas que podem funcionar.

1) Sites de compras coletivas

Comprar tudo que for possível e que precisar em sites de compras coletivas. Sempre dar uma olhada nas promoções, pois você pode economizar uma graninha. Lógico que tem que dar uma boa garimpada. Não dá para sair comprando tudo só porque está barato. Tem que investigar a qualidade.

2) Promoção de passagens aéreas

Sexta-feira é o dia para as passagens nacionais. Se você tem que comprar alguma, é bom esperar a divulgação das cias. Isso acontece normalmente às 20 hs. Já comprei Rio – Foz do Iguaçu por R$189 (ida e volta). Lógico que nem sempre você consegue os melhores horários, vira e mexe rola uma conexão, mas tem que ter paciência.

Para as internacionais, eu fico de olho no Melhores Destinos.

3) Programas de milhagem

Faça cadastro nos programas das cias aéreas, pois além de garantir pontos ao realizar compras de suas passagens. Elas também tem parcerias com outras empresas, como lojas online, hotéis e restaurantes, isto é, ao adquirir os produtos e serviços desses estabelecimentos, você pode transformá-los em milhas e resgatar mais rapidamente.

É possível também ganhar milhas ao fazer compras ou pagar a fatura do próprio cartão. Informe-se com seu banco.

4) Cadastro em mailings

Criei um email exclusivo só para receber newsletters de empresas que me interessam: hotéis, cias aéreas, hostels, buscadores de passagens, etc. Sim, vem muita propaganda, mas às vezes aparece algo interessante e que pode garantir uma boa economia.

5) Não comprar por impulso

Ultimamente, tenho pensado 50 vezes antes de comprar qualquer coisa (principalmente roupa). Isso gera uma boa economia.

6) Bazar

Vira e mexe vendo coisas que já não uso mais: de roupas a eletrônicos. Costumo oferecer a amigos e familiares, mas também tenho contas ativas em sites especializados em venda de produtos.

7) Investimento

Nunca é tarde para começar a guardar dinheiro. Tire 5 a 10% do seu salário e coloque na poupança. Isso lhe renderá uma graninha bem gordinha no fim de 1 semestre.

8) Tarifas bancárias

Conheço gente que tem conta em praticamente todos os bancos. A não ser que você precise mesmo ter tanta conta aberta, sugiro apenas um banco (aquele que oferecer o pacote mais atrativo e o máximo de isenção de tarifas). Caso não seja possível, saiba que você tem todo o direito de exigir o pacote de Serviços Essenciais (veja no site do Bacen). Esse pacote dá direito a 4 saques, 2 extratos e 2 transferências dentro do próprio banco. A economia ao final de um ano não pagando pacote de tarifas pode render uma viagem.

9) Salão

Sei que fazer unha, cabelo e sobrancelhas em casa é complicado, mas se puder, isso rende uma boa grana fim do mês. Caso não consiga faça o seguinte: vá ao salão no dia das promoções, e manicure/pedicure apenas 15 em 15 dias.

10) TV a Cabo

Sim, eu sei que a TV aberta no Brasil é lamentável, mas para quem gosta de filmes e seriados, é muito mais vantajoso assinar o Netflix do que pagar a mensalidade da TV a cabo. Essa economia anual também pode render uma viagem.

E, é assim, de grão em grão, ou melhor, de real em real economizado que uma pessoa normal consegue juntar dinheiro para viajar.