Arquivo da tag: #mochileira

Conceição do Ipitipoca – MG

Meu destino no Carnaval de 2016 foi Conceição do ibitipoca, cidadezinha situada no município de Lima Duarte, cerca de 90km Juiz de Fora.

Nesse carnaval quis fugir do agito de cidade grande, busquei algo mais natureza  e para descansar, e Ibitipoca me proporcionou isso.  No entanto, a cidade também tem seu Carnaval, ruas e bares cheios a noite ao som de reggae e tantos outros ritmos.

Fiquei no camping Ibitilua, paguei R$ 160,00 pelos 5 dias de Carnaval. Camping muito bem equipado e  bem localizado. Recomendo!

 

1º dia (sábado)

Conheci um grupo de mochileiros através do site Mochileiros.com que também estavam se organizando para ir à Ibitipoca, me juntei a eles e consegui carona em um dos carros.

A viagem durou umas quatro horas, chegamos próximo ao horário do almoço, como não dava mais tempo de ir ao Parque , resolvemos fazer um churrasco. Foi bem divertido, serviu para nos conhecermos.

12662726_1004830459564073_3142129956469788399_n

 

Gastos
Gasolina (ajuda de custo): R$ 70,

Pão de queijo (café da manhã, havia levado todinho): R$ 2,

Churrasco (ajuda): R$ 21,00

 

2º dia (domingo)

Neste dia acordamos bem cedo para ir ao parque. Decidimos fazer a trilha da Janela do Céu.
O caminho é longo e bem íngreme em algumas partes, no entanto, lindo demais. Uma vista bem panorâmica, com acesso a algumas grutas. Fui caminhando no meu ritmo aproveitando a vista.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Gruta

SAMSUNG CAMERA PICTURES

No caminho

SAMSUNG CAMERA PICTURES

No caminho

Ao chegar a tão esperada Janela do céu… estava lotada! Enfrentamos fila por cerca de 1 hora de espera, mas valeu a pena. Depois seguimos para a Cachoeirinha, uma queda de água linda se ver e revigorante.

No retorno, fizemos uma parada na Prainha.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Janela do Céu

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Cachoerinha

 

Gastos
Passagem Kombi (do centro até o parque) – R$ 5 cada trecho = R$ 10,

Pão de queijo (café da manhã, havia levado todinho): R$ 2,

Ingresso Parque (meia entrada): R$ 10,

Almoço: R$ 25,

 

3º dia (segunda-feira)

Neste dia fizemos o Circuito das Águas. É uma trilha bem bonita, não tão cansativa e com ótimos lugares para mergulho.

Fizemos a primeira parada no Lago das Miragens

Depois seguimos e fomos a Cachoeira dos Macacos

Passamos pelo Mirante, Gruta dos Fugitivos, Lago Negro.

Por último, o lago do espelho, uma espécie de praia. Bem relaxante.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Lago dos espelhos

À noite, curtimos um reggae que estava acontecendo na rua.

 

Gastos
Passagem Kombi (ida, o volta peguei carona): R$ 5,

Café da manhã: 7,

Ingresso Parque (meia entrada): R$ 10,

Mercado (cozinhei este dia): R$ 8,00

Pastéis com refrigerante (jantar): R$ 13,

 

4º dia (terça-feira)

Neste dia não conseguimos entrar no parque devido a lotação, então resolvemos fazer um outro passeio , para uma cachoeira que fica dentro de uma propriedade particular. Não era nada encantador, mas foi bem relaxante.

Depois retornamos para o camping para descansar já que o dia seguinte iriamos embora.

20160209_115250

 

Gastos
Passeio: R$ 30,

Café da manhã:  R$ 4,

Almoço: R$ 20,

Lanche: R$ 10,

Pastéis com refrigerante (jantar): R$ 13,

 

5º dia (quarta-feira)

Foi o dia da despedida. Retornei para o RJ encantada mais ainda com Minas.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Gastos totais

Gasolina (ajuda de custo): R$ 120,00

Pedágio (ajuda de custo): R$ 22,40

Hospedagem: R$ 160,00

Alimentação: R$ 160,00

Passeios: R$ 65,00

 

Total viagem: R$ 527,40

 

Anúncios

Mulheres e mochileiras: Dicas simples de como manter seu mochilão leve e completo

img_6612

Dispostas, aventureiras, de personalidade e cheias de histórias pra contar, mas mesmo assim com a equivocada fama de que precisam levar a casa nas costas, um drama sofrido por diversas mochileiras. O post de hoje é especial para mulheres mochileiras. Traz dicas práticas de como manter alguns itens relacionados a beleza que muitas mulheres consideram importantes, com recursos limitados e mochila leve.

Seu mochilão pode não considerar todos os itens da lista, pois é uma questão muito pessoal, mas possivelmente encontrará algo que ajude a montar o seu, seja você uma mochileira urbana ou rústica.

Higiene com menos peso

Fora os itens básicos de higiene pessoal, levar pinça, espelho pequeno, lenços de papel, acento para vaso sanitário e lenços umedecidos que são multiuso podem ser boas opções e que não pesam na mochila. Existe um produto chamado EcoLenço (um lenço que aumenta de tamanho ao ser molhado) que é bastante útil para mochileiras e ocupa pouco espaço.

Se estiver preocupada com os pés, existe um creme da Granado que ocupa menos espaço que um vidro de talco. Outra dica que vi entre mochileiras é areia para gato, vendida em sacos em petshops e que pode ser levada em pequena quantidade. Estas podem ser adicionadas as meias e calçados de um dia pro outro, eliminando umidade e fungos que causem odor.

Se você é das mochileiras adeptas da depilação, a dica é fazer pouco antes da viagem (se possível) com cera ou a laser que garantem um tempo maior sem preocupação. Se a viagem se estender, a gilete pode ser uma opção. Existe também uma cera fria prática com modelos para o corpo e o rosto.

Se o desodorante fizer parte do seu mochilão, opte pela versão rollon, pois são melhores para carregar pelo tamanho e por evitar derramamento, além de não terem problemas no aeroporto. Se quiser levar perfume, hidratantes mais perfumados protegem e nutrem a pele, dispensando o uso do perfume, reduzindo o peso.

Cabelos

Se você tem preocupação quanto a rebeldia dos cabelos, opte por fazer uma hidratação antes da viagem. Ela ajuda a manter os cabelos protegidos e sem ressecamentos por mais tempo. Ao longo da viagem, uma escova para pentear é suficiente.

Se o shampoo e condicionador forem difíceis para você retirar da mochila, opte por serem menores. Leve consigo sachês que acompanham tintas de cabelo e não ocupam quase nenhum espaço. Não parecem, mas rendem bastante, se bem utilizados. Pode-se optar também por potinhos de amostra grátis e hotel ou por uma quantidade menor em potes antes de viajar.

Para quem consegue encontrar, existem shampoos e condicionadores em embalagens de bisnagas que ocupam pouco espaço e são mais difíceis de derramar.

Mais tranças, menos trabalho. Mochileiras com tranças possuem menos dores de cabeça, além do que elas dão um charme diferente quando usadas com faixas e sofrem menos com os castigos provocados por ventanias e sujeiras. O cabelo se mantém desembaraçado e fácil de lavar.

hairstyle-280169_1280

Maquiagem suficiente

Existem mochileiras que se preocupam com maquiagem, mesmo quando estão viajando. Se você é uma delas, leve um necessaire básico. É suficiente para manter a beleza e ser destaque a noite, se assim desejar. O kit pode ser montado com um lápis de olho preto, um rímel e um gloss. Estes itens podem transformar o cansaço pós-trilha em uma mulher renovada.

Se você gosta de causar maior impacto, a dica é um batom, preferencialmente claro. Se a escolha for rosa, pode servir como blush, economizando espaço. Se quiser ainda mais presença, opte pelo batom vermelho, indicado para viagens urbanas, e que por si só muda muito a aparência do rosto. Batons que funcionam como protetores labiais são mais indicados.

Se considerar o blush indispensável, ao menos opte por um líquido que rende espaço na bolsa. Só não esqueça que seu sorriso, gentileza, educação e simpatia deixarão no chinelo qualquer maquiagem bem produzida.

Unhas

Se você é do time de mochileiras preocupadas com as unhas bonitas, bem pintadas, sem descascar, etc, pode ter grandes dores de cabeça em uma viagem. Sendo assim a dica é simples: apare bem e lixem as unhas antes da viagem e não use esmaltes.

Na bolsa, leve apenas um alicate e uma lixa. Ocupando pouco espaço por ser pequeno. Se quiser, inclua um creme nutritivo para unhas, que mantém as unhas e cutículas hidratadas.

Se achar o esmalte indispensável, opte pelo transparente e use lenços removedores de esmalte para retirar com bastante facilidade. Nada de acetonas, os potes ocupam mais espaço e vazam facilmente.

Sem-título2

Cuidados com a pele

O protetor solar é um grande aliado de qualquer pessoa, mochileiros e mochileiras, pois além da proteção contra o sol, mantém a pele hidratada. A opção de protetor com base ajuda a manter a pele mais uniforme. A manteiga de cacau também é muito importante e além de proteger os lábios, pode ser utilizada próxima ao nariz quando há ressecamento ou rinite.

Se sua pele é mais sensível ao ressecamento, um lenço umedecido é a solução. Em casos mais avançados ou climas que exijam, a pomada Bepantol é uma excelente opção para pele ressecada e/ou rachada.

Sente falta do esfoliante? Use a técnica dos sachês de açúcar conhecida entre muitas mochileiras. Basta misturá-los com seu creme hidratante e aplicar.

Roupas

Para facilitar, opte por roupas leves, que secam rápido, com cores neutras e lisas, e que combinem entre si. Para os pés, um calçado confortável para caminhadas, um chinelo e uma sandália para usar a noite. Entre viajantes é normal ter poucas peças de roupas e ninguém repara nisso.

Para longas caminhadas, use calcinhas mais confortáveis. A dica é utilizar calcinhas-cuecas, similares as boxers masculinas. Um top também é recomendado. Se usa sutiã, escolha os lisos e com alças largas, se possível com menor número de apetrechos e sem aros.

O short é um dos maiores coringas para mochileiras em viagens. Levar shortinho, mesmo que para locais frios, é sempre aconselhado. São híbridos, uma vez que podem ser úteis quando mudar para outros climas; são bem combinados com calças legging; e ocupam pouco espaço.

Vestidos também são muito bem vindos. Opte pelos modelos mais simples e leves, que podem ser uma opção ao longo do dia, como em festas de forma prática.

Acessórios

Ah, os penduricalhos! Estes fazem diferença em seu jeito único e podem mostrar sua personalidade mais do que maiores quantidades de roupas e maquiagens. Tente não exagerar nos acessórios – uma pulseira, um colar e um ou dois brincos em geral são suficientes.

A dica maior, mesmo para meninas que não possuem o hábito, é utilizar lenços, echarpes e headwear. Eles podem ser utilizados para diferentes funções, tanto por vaidade, quanto por proteção, e podem mudar totalmente o visual, além de serem leves e nada espaçosos.

Backpacker Walking on Trail --- Image by © Anthony West/Corbis


Mesmo com todas as dicas, lembre-se que o importante é se sentir bem, independente do que impõe a indústria da moda ou o machismo existente na sociedade. Leve o que for melhor para você e sinta-se bem. Só não esqueça que empanturrar a mochila pode ser uma dor de cabeça (e de ombros) desnecessária quando estiver na estrada.

*Texto escrito por Bernardo Lima, retirado do blog Instinto Viajante.