Arquivo da tag: #trip

Conceição do Ipitipoca – MG

Meu destino no Carnaval de 2016 foi Conceição do ibitipoca, cidadezinha situada no município de Lima Duarte, cerca de 90km Juiz de Fora.

Nesse carnaval quis fugir do agito de cidade grande, busquei algo mais natureza  e para descansar, e Ibitipoca me proporcionou isso.  No entanto, a cidade também tem seu Carnaval, ruas e bares cheios a noite ao som de reggae e tantos outros ritmos.

Fiquei no camping Ibitilua, paguei R$ 160,00 pelos 5 dias de Carnaval. Camping muito bem equipado e  bem localizado. Recomendo!

 

1º dia (sábado)

Conheci um grupo de mochileiros através do site Mochileiros.com que também estavam se organizando para ir à Ibitipoca, me juntei a eles e consegui carona em um dos carros.

A viagem durou umas quatro horas, chegamos próximo ao horário do almoço, como não dava mais tempo de ir ao Parque , resolvemos fazer um churrasco. Foi bem divertido, serviu para nos conhecermos.

12662726_1004830459564073_3142129956469788399_n

 

Gastos
Gasolina (ajuda de custo): R$ 70,

Pão de queijo (café da manhã, havia levado todinho): R$ 2,

Churrasco (ajuda): R$ 21,00

 

2º dia (domingo)

Neste dia acordamos bem cedo para ir ao parque. Decidimos fazer a trilha da Janela do Céu.
O caminho é longo e bem íngreme em algumas partes, no entanto, lindo demais. Uma vista bem panorâmica, com acesso a algumas grutas. Fui caminhando no meu ritmo aproveitando a vista.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Gruta

SAMSUNG CAMERA PICTURES

No caminho

SAMSUNG CAMERA PICTURES

No caminho

Ao chegar a tão esperada Janela do céu… estava lotada! Enfrentamos fila por cerca de 1 hora de espera, mas valeu a pena. Depois seguimos para a Cachoeirinha, uma queda de água linda se ver e revigorante.

No retorno, fizemos uma parada na Prainha.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Janela do Céu

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Cachoerinha

 

Gastos
Passagem Kombi (do centro até o parque) – R$ 5 cada trecho = R$ 10,

Pão de queijo (café da manhã, havia levado todinho): R$ 2,

Ingresso Parque (meia entrada): R$ 10,

Almoço: R$ 25,

 

3º dia (segunda-feira)

Neste dia fizemos o Circuito das Águas. É uma trilha bem bonita, não tão cansativa e com ótimos lugares para mergulho.

Fizemos a primeira parada no Lago das Miragens

Depois seguimos e fomos a Cachoeira dos Macacos

Passamos pelo Mirante, Gruta dos Fugitivos, Lago Negro.

Por último, o lago do espelho, uma espécie de praia. Bem relaxante.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Lago dos espelhos

À noite, curtimos um reggae que estava acontecendo na rua.

 

Gastos
Passagem Kombi (ida, o volta peguei carona): R$ 5,

Café da manhã: 7,

Ingresso Parque (meia entrada): R$ 10,

Mercado (cozinhei este dia): R$ 8,00

Pastéis com refrigerante (jantar): R$ 13,

 

4º dia (terça-feira)

Neste dia não conseguimos entrar no parque devido a lotação, então resolvemos fazer um outro passeio , para uma cachoeira que fica dentro de uma propriedade particular. Não era nada encantador, mas foi bem relaxante.

Depois retornamos para o camping para descansar já que o dia seguinte iriamos embora.

20160209_115250

 

Gastos
Passeio: R$ 30,

Café da manhã:  R$ 4,

Almoço: R$ 20,

Lanche: R$ 10,

Pastéis com refrigerante (jantar): R$ 13,

 

5º dia (quarta-feira)

Foi o dia da despedida. Retornei para o RJ encantada mais ainda com Minas.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Gastos totais

Gasolina (ajuda de custo): R$ 120,00

Pedágio (ajuda de custo): R$ 22,40

Hospedagem: R$ 160,00

Alimentação: R$ 160,00

Passeios: R$ 65,00

 

Total viagem: R$ 527,40

 

Anúncios

PERU

Relato de Viagem – PERU Bom pessoal como disse no post sobre a Bolivia (clique aqui), esse foi o Mochilão #Bolívia e Peru# feito na segunda quinzena do mês de Março/2014. Agora vou contar a experiência nas terras Peruana. A cotação foi: R$ 1,00 = 0,98 Soles // US$ 1,00 = 3,00 Soles A passagem foi comprada em Novembro/2014 em uma promoção da TAM. O trecho foi: Ida GIG (RJ) x GRU (SP) x Assunção x Sta Cruz (Bolívia) // RetornoLima x GRU (SP) x SDU (RJ). Valor pago: R$ 850,00

1ª dia  Após carimbar a saída da Bolívia, segui caminhando até a imigração do Peru. Aproveitei e troquei meus dólares, já que tinha lido que é a melhor cotação. Daí seguimos viagem até Puno, fizemos uma parada de uns 30min e prosseguirmos  para Cusco.

Entrada no Peru por Puno

Entrada no Peru por Puno

Imigração Puno

Imigração Puno

2º dia  Cheguei em Cusco por volta das 07 da manhã. Peguei um taxi até o Hostel Loki por 10 soles.Deixei as coisas no hostel e sai para pesquisar valores dos passeios para Machu Picchu, aproveitando para conhecer a cidade também. Fiz cotação com várias agências, mas foi a Peruvian Mistical  que me apresentou exatamente o que eu queria (abaixo foto com valor). O Ingresso d Machu Picchu comprei direto no Ministério da Cultura lá em Cusco. Comprei também a passagem Cusco x Lima por 94 dólares. À noite, fui ao barzinho, agreguei algumas amizades, mas achei muito fraco e resolvi ir dormir.

Plaza de Armas

Plaza de Armas

Cusco

Cusco

Cusco

Cusco

Pacote escolhido MP

Pacote escolhido MP

3º dia  Acordei cedo, tomei café e segui para o ponto de encontro para pegar a van até a hidrelétrica. Enrolação vai, enrolação vem e a van saiu as 09:30h de Cusco. Parada para almoço em Sta Tereza e alguns quilômetros dali era o ponto inicial para a trilha até Águas Calientes.

Sobre a trilha…. É bem cansativo, mas nada demais. Segui de boa e no meu ritmo. O caminho é bem fresco e com belas paisagens. O guia alertou sobre o horário que passaria o trem, então próximo ao horário fiquei alerta para não andar sobre os trilhos. Levei 2:30h para chegar à Águas Calientes, com direito a 2 paradas para descanso. Cheguei início da noite, fui até o ponto de encontro que havia marcado com o guia. Meu guia não apareceu, fiz um outro ligar do celular dele para minha agência. Até que apareceu uma menina para me buscar. Me levou até o hotel, que por sinal adorei, e depois me levou onde iria jantar (o jantar também estava incluso no pacote). A menina também me explicou onde encontrar o guia em Machu Picchu e me deu a passagem do trem de retorno até hidrelétrica. Após o jantar, comprei água e uns lanchinhos para o dia seguinte.

Trilha

Trilha

Trilha

Trilha

Trilha

Trilha

Trilha

Trilha

Águas Calientes

Águas Calientes

4º dia   Eis que chega o “grande dia”, dia de conhecer Machu Picchu! Acordei às 04:30h (muito sonooo), tomei café e comecei a caminhada rumo à entrada de MP. Ruas escuras e um pouco desertas, juro que quase desisti quando em uma parte só havia escuridão, então peguei minha lanterna e segui firme no propósito iluminando o caminho. Quando cheguei à entrada havia uma fila.. Uffa pessoas!!  Apresentei o comprovante de compra mais o passaporte e partir daí começou a saga… 1:30h de subida! A subida é bem pesada, aconselho somente para pessoas com bom preparo físico, sofri um pouco, mas me senti realizada quando cheguei. Tudo bem cheguei morta, suada, descabelada, mas economizei 23 dolares. Rsrs Fui ao banheiro, me ajeitei toda e quando voltei a guia já estava aos berros gritando meu nome. O tour guiado em MP durou 2 horas, confesso que entendi pouca coisa, já que a guia falava espanhol muito rápido.  Mas tudo bem, estava feliz por estar ali, e toda aquela explicação o google me fornece. Rsrs Mas vem a parte chata, o tempo fechou, apareceram as neblinas e começou a chover. Voltei para a entrada do parque para debaixo uma cobertura, aproveitei o momento para conhecer pessoas e carimbar o passaporte. Conheci 2 brasileiras super gente finas, a Erika e a Fernanda. A Erika depois nos reencontramos em Cusco e fizemos alguns passeios juntas. A chuva parou e eu fui tentar tirar algumas fotos… a neblina avacalhou um pouco, mas adorei ter conhecido aquele lugar, foto nenhuma consegue explicar a incrível paisagem do lugar.

Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu

Machu Picchu

A guia

A guia

Machu Picchu

Machu Picchu

Ok. Hora de ir embora, já que tinha que pegar o trem de volta. Desci a pé também MP, aí foi mais rápido, durou uns 50 minutos a descida. Fui ao hotel peguei minhas coisas e fui para “estação” aguardar o trem. Neste momento começa o maior perregue da viagem…. Eu fui para o lugar errado de pegar o trem, contudo o guardinha me assegurou que o trem parava ali, o que era mentira,  e com isso perdi o trem. Depois de barracos, choro e polícia consegui pegar o trem, só que agora direto para Cusco. (Essa história completa vou contar no post sobre os perregues da viagem). Cheguei em Cusco por volta das 21h, no trem conheci uma senhora muito simpática por sinal que me ofereceu carona até a subida do hostel. Cheguei no hostel tomei banho e fui dormir, o dia foi muito cansativo.

5º dia  Este era o último dia em Cusco e resolvi andar pela cidade. Logo pela manhã a Erika, aquela menina que conheci em Machu Picchu me mandou um mensagem para almoçarmos juntas. Encontramos-nos na Praça das Armas, tiramos algumas fotos, almoçamos e depois negociamos o city tour por 10 soles cada.

Sobre o City Tour… É um passeio bem legal, passa por diversos pontos turísticos da cidade. É ótimo para quem tem pouco tempo e quer conhecer a cidade. Acredito que durou umas 2 horas o passeio. Gostei muito e indico!

Cusco

Cusco

City tour

City tour

Cristo Blanco

Cristo Blanco

Cristo Blanco

Cristo Blanco

Vista panorâmica

Vista panorâmica

Cusco

Cusco

Final do city tour estava um friozinho e resolvemos tomar um café.  Após voltei para meu hostel para descansar, havia combinado com a Erika de irmos para balada à noite. Por volta das 22h me arrumei, estava muito frio por sinal, e fui ao encontro da Erika para irmos à  Mamma Africa. Uma balada bem legal, músicas boas e pessoas bonitas. Depois dei uma passada também nas danceterias Mythology e Inka Team.  A noite foi bem divertida, fiz algumas amizades com estrangeiros e nativos. 20150329_023348

Balada Mamma Africa

Balada Mamma Africa

6º dia  Era o dia de ir embora de Cusco, acordei cedo, tomei café, fiz check out e fui para o aeroporto com destino a Lima. Voei pela Star Peru por 95 dólares o trecho, havia comprado em Cusco. Embora pequeno o avião, o serviço de bordo foi bom. Cheguei em Lima às 13h. Como não havia mais dinheiro suficiente para pegar taxi, resolvi me aventurar e pegar uma van. Informei-me no aeroporto e indicaram qual pegar. Fiquei um pouco com medo, mas até que foi tranquilo. Paguei 4 soles com duração de 50min a viagem até Miraflores. Era domingo e o trânsito estava bom. Fiquei no Loki Hostel Lima, quarto compartilhado e banheiro privativo. Embora o quarto fosse para 12 pessoas, foi bem tranquila a estadia. Com o check in feito, saí para conhecer a cidade. Fui ao Parque Kennedy, caminhei até o Shopping Lacomar, depois fui ao Parque do Amor. À noite fui conhecer o Parque das Águas, me encantei com o belíssimo lugar.

Parque Kennedy

Parque Kennedy

Lima

Lima

Shopping Lacomar

Shopping Lacomar

Lima

Lima

Parque Del Amor

Parque Del Amor

Parque de La Reserva

Parque de La Reserva

Parque das Águas

Parque das Águas

Parque das Águas

Parque das Águas

Parque das Águas

Parque das Águas

7º dia   Dia da partida e fim da trip. Fui para o aeroporto de van, foi tranquilo também. O voo decolou às 12h. Voei pela Tam, serviço de bordo foi ótimo. Cheguei em São Paulo às 19h e segui para o aeroporto de Congonhas para pegar o voo para o RJ. Foi uma viagem maravilhosa, tive poucos perregues e muitas alegrias.  A trip foi perfeita!

BOLÍVIA

Relato de Viagem – BOLÍVIA

Bom pessoal chegou a hora de conta como foi o Mochilão #Bolívia e Peru# feito na segunda quinzena do mês de Março/2014.

Primeiro vou contar a experiência nas terras bolivianas.

A cotação foi: R$ 1,00 = 2 Bolivianos // US$ 1,00 = 6,90 Bolivianos

A passagem foi comprada em Novembro/2014 em uma promoção da TAM. O trecho foi: Ida GIG (RJ) x GRU (SP) x Assunção x Sta Cruz (Bolívia) // RetornoLima x GRU (SP) x SDU (RJ). Valor pago: R$ 850,00

1º dia

Cheguei por Sta Cruz de La Sierra no dia 16 por volta das 12:00h. No aeroporto mesmo comprei a passagem de avião para Sucre, que sairia às 16h e custou 393 bolivianos  pela cia Amaszonas. O voo foi bem tranquilo e com direito bebidas oferecidas pela cia aérea, porém o voo atrasou e cheguei  às 18h em Sucre. Peguei um táxi para o centro e lá achei um hostel para se hospedar. Fiquei no Hostel  Las Torres, paguei  60 Bolivianos num quarto compartilhado. Andei um pouco pela cidade, tirei umas fotos, entrei em algumas lojinhas e cambiei alguns reais.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Chegada em Sucre

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Sucre

2º dia

Pela manhã peguei um táxi e segui para a rodoviária comprar passagem para Uyuni. Comprei passagem direto pela empresa 6 de Octubre, paguei 60 bolivianos + 2 bolivianos de taxa de embarque. A viagem durou 12 horas e com 1 parada. Cheguei em Sucre às  17h e fui atrás de um hostel, estava tudo lotado, fiquei no Hotel Kory Wasy. Paguei 100 bolivianos em um quarto privado com café da manhã. Fiz amizade com o atendente do hotel e ele me levou para comprar a passagem de Uyuni para La Paz (preferi comprar antes com medo de não ter depois que voltasse do tour pelo Salar) e depois fomos ao um barzinho badalado da cidade. Curti bastante.

Ônibus direto para Uyuni

Ônibus direto para Uyuni

Fazendo amizades

Fazendo amizades

Mojito, Fernet e hambúrguer de lhama.

Mojito, Fernet e hambúrguer de lhama.

20150317_213107

3º dia

Acordei cedo e fui atrás da agência para o passeio. Pesquisei algumas, mas achei o melhor custo-benefício a Expemsa. Paguei 750 bolivianos por 3 dias de tour pelo Salar, com todas as refeições (café, almoço, lanche e jantar),  hospedagem (adorei os alojamentos que ficamos) e guia (bem atencioso).

O tour saiu às 10:30h e primeira parada foi o cemitério dos trens. Mas o que é esse lugar Dani? Nada mais é do que um ferro velho com máquinas ferroviárias abandonadas, tão enferrujadas pelo tempo que chegam a ser bonitas.  Este lugar rende ótimas fotinhas.

Após fomos ao um povoado chamado Colchani, o lugar para extorquir turistas rs. Visitei o museu de sal e só! Não comprei nada, tudo muito caro.

Cemitério dos trens

Cemitério dos trens

Cemitério dos trens

Cemitério dos trens

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Museu de sal

Depois seguimos para o tão esperado deserto de Sal, a maior planície de sal do mundo!

Fui em época de chuva e havia uma parte com água onde dava o famoso efeito espelhado.  É um espetáculo!!

Salar de Uyuni

Salar de Uyuni

Salar de Uyuni

Salar de Uyuni

Salar de Uyuni

Salar de Uyuni

Salar de Uyuni

Salar de Uyuni

Conhecemos a Ilha Del Pescado, onde tem cactos enormes de cerca 10 metros. Paga-se 30bolivianos para subir, eu não paguei, achei muito sem graça, dei a volta pela ilha e consegui tirar umas fotos legais.

Isla del Pescado

Isla del Pescado

Terminando o dia, seguimos para o alojamento da primeira noite. Foi um hotel bem bacana (não era o hotel de sal), porém paga-se 10 bolivianos para tomar banho. O quarto era duplo e possuía uma tomada para carregar celulares e máquinas. Tomei banho, jantei e caí na cama, estava muito cansada.

4º dia

Acordamos às 7 da manhã , tomamos café e saímos para mais um dia. Dia de conhecer as lagoas e lagos, montanhas, flora e fauna da região.

Passamos pelo Mirador Volcan Ollage, Laguna Hedionda, Arbol de Piedra e a Laguna Colorada.

Mirador Volcan Ollage

Mirador Volcan Ollage

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Laguna Hedionda

Laguna Hedionda

Laguna Hedionda

Arbol del piedra

Arbol del piedra

Laguna Honda

Laguna Honda

Obs. A laguna Colorada fica no parque e paga-se 150 bolivianos para entrar. Contudo não tem como fugir do pagamento porque o dia seguinte é todo dentro do parque.

A laguna Colorada é a última parada, após a visita fomos para o alojamento.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Laguna Colorada

Laguna Colorada

Laguna Colorada

O jantar foi bacaninha, fiz amizade com um outro grupo que estava no alojamento, saímos quando escureceu para ver o céu, mas estava muito frio e resolvemos voltar. Essa foi a noite mais fria que tive na minha vida… Dormi com 3 meias, 2 calças, 3 blusas e mais um casaco, gorro, luvas, saco de dormir e ainda senti frio!

Esse dia a luz encerra-se às 22h.

5º dia

Esse era meu quinto dia na Bolívia, mas o terceiro e último no tour do Salar. Foi o dia que eu mais gostei, não só porque vi neve pela primeira vez, mas também porque vi paisagens que nunca tinha visto antes, imagens como se fossem pintadas à mão.

Acordamos às 4 da manhã, sem luz tá, daí a importância de levar lanterna. Tomamos café e saímos para mais um dia.

Primeiro fomos aos gêiseres (pequenos vulcões em erupções). E para nossa surpresa… Tinha nevado!!! Estava tudo branquinho e lindo.

Paramos no caminho para algumas fotos na neve, depois seguimos para  águas termais. Não entrei porque estava muito frio.

Após seguimos para a Laguna Verde, mas… ôu ôu.. estava com neblina não conseguimos ver nada. Hasteg chateie rs.

Geisers

Geisers

Geisers

Geisers

Neve

Neve

Águas termais

Águas termais

Hora de voltar para Uyuni. No caminho fizemos 3 paradas, Villa Mar para almoçar, depois Valle das Rocas e no povoado de San Cristobal.

Chegamos em Uyuni às 17:30h e feliz por ter vivido tudo aquilo.

Fui até uma lan house para dar oi para família e amigos e dizer que estava viva,  depois jantei e segui para o terminal pegar o ônibus para La Paz que sairia às 20h.

Sobre o ônibus para La Paz… comprei pela empresa Panamericana. No dia que comprei me mostraram um ônibus , chegando lá o ônibus era outro, um velho e fedido, cheguei a pegar meu dinheiro de volta, mas todas as outras empresas estava sem vaga, aí não tive outra opção, fui nele mesmo, mas até que não foi tão ruim assim, dormi a maior parte da viagem que durou cerca de 10 horas até La paz.

6º dia

De La Paz peguei um táxi e fui para o Loki Hostel, já tinha combinado com a galera que conheci no Salar.

Fiz o check in, descansei um pouco, e na parte da tarde fui passear pela cidade, fechei o passeio para o dia seguinte (Downhill) e também comprei umas “coisinhas” na feirinha.

À noite fui ao bar. Conheci uma galera bem legal, foi muito animada essa noite.

La Paz

La Paz

Bar do Hostel Loki

Bar do Hostel Loki

7ª dia

Acordei bem cedo, às 07h da manhã para ir ao passeio Dohwnhill – Estrada de la muerte.

Sobre o passeio… Achei  bem legal, uma aventura em tanto. Contudo não me achei segura em nenhum momento, as estradas tem muitas pedras, a qualquer momento você pode cair, se estabacar no chão e até mesmo cair precipício abaixo… (exagerei né?! Rs mas essa foi a sensação do percurso). Gostei pra caramba, mas não faria novamente.  Ah! Levei 2 tombos para dar mais emoção ao passeio. Hahaha

Retornei ao hotel por volta das 18h. Tomei banho, descansei um pouco e fui para o bar do hostel curtir a última noite (em La Paz).

Dowhill

Dowhill

Estrada del la muerte

Estrada del la muerte

Dowhill

Dowhill

Fim do passeio

Fim do passeio

8º dia

Esse dia acordei às 08h e segui destino a Copacabana. Resolvi ir pelo caminho alternativo:  Táxi até o cemitério (15 bolivianos) e depois van até Copacabana (20 bolivianos). Em uma parte do trajeto para Copacabana é necessário atravessar o lago Titicaca, isto é, todos saem da van e pegam um barco até o outro lado e o ônibus segue por balsa. Paga-se uma taxa de 2 bolivianos pela travessia.

Após 3 horas e meia cheguei a Copacabana. Cidade pequena, mas é um charme. Como meu roteiro estava apertado, resolvi ir direto para a Isla del Sol. Peguei o barco das 14horas que custou 25bolivianos.

Cidade de Copacabana

Cidade de Copacabana

Copacabana

Copacabana

Viagem de barco até Isla del Sol

Viagem de barco até Isla del Sol

Na chegada, um monte de gente vem te oferecer hospedagem, fui a uns 3 lugares para ver as condições, mas te digo, tudo muito simples, não espere luxo. Peguei um quarto individual com banheiro compartilhado por 25bolivianos em frente à praia.

Fiz a trilha para conhecer os pontos principais da ilha, vi o por do sol e retornei quando começou a escurecer. Jantei a famosa trucha do lago e fui dormi ao som do mar…

O silêncio, a tranquilidade e as belezas naturais são sem dúvida uma marca fortíssima da Isla. Como eu queria poder ficar mais….

Isla

Isla

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Trucha do lago

Trucha do lago

9º dia

Dia de dar adeus a Isla, voltar para Copacabana e pegar ônibus para Cusco.

Acordei, tomei café e peguei um solzinho na praia enquanto aguardava o horário de ir embora. Meu barco era das 13h.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Em Copacabana, me informei sobre onde sairia o ônibus para Cusco, este já havia comprando antes de ir para Isla com medo de acabarem as vagas, paguei 120bolivianos pela empresa Titicaca. Depois fui à lan house dar oi para a família/ amigos e almoçar.

O ônibus para Cusco saiu às 18h. Poucos metros dali já tínhamos que fazer o trâmite de imigração.

(Continua …clique aqui)

O que levar em um mochilão?

Bom… Enquanto eu ainda escrevo o relato da viagem, vou contar o que levei para o meu primeiro mochilão (Bolívia e Peru).

Normalmente minhas mochilas são bem econômicas, porém dessa vez será 15 dias e 2 países…mas tentei ser o mais prática possível com as coisas a levar.

Roupas:

  • 1 jaqueta impermeável
  • 2 blusas manga longa
  • 5 camisetas
  • Uma calça jeans
  • 1 bermuda
  • 5 legs
  • 2 lenços(pra variar o visual)
  • 10 calcinhas
  • 2 sutiãs e 1 top
  • 4 pares de meias
  • Maiô
  • Pijama
  • Doleira
  • Mochilinha de ataque (aquela menor que você vai levar para os passeios)

Sapatos:

  • 1 tênis
  • 1 botinha de trekking
  • 1havaianas

Utilidades gerais:

  • Kit banho(sabonete, shampoo e hidratante)
  • Kit remédios(dorflex, dramin, simeticona, kaosec, gases, esparadrapo, band-aid, …)
  • Kits higiene geral (escova de cabelo, escova de dente, pasta, pinça, lâmina…)
  • Maquiagem bem básica (lápis, rímel e 2 batons)
  • Protetor solar fator 50 (branqueeeeela)
  • Protetor labial (não esqueça!!)
  • Repelente
  • Desodorante
  • Perfuminho
  • Óculos de sol
  • Toalha
  • Lenços umedecidos(essencial nos dias sem possibilidade de banho, eca! rs)
  • Cadeado
  • Lanterna (usei este item tanto na Bolívia quanto no Peru).
  • Câmera
  • Pen drive
  • Carregador de celular e câmera
  • Ah! Papel higiênico (este foi bem utilizado na Bolivia, já que lá em nenhum estabelecimento público tem papel).

Passaporte e certificado de vacina internacional

Um caderninho também, pra escrever as contas, os contos e causos, emails e telefones dos amigos do caminho… é sempre útil!

Fuiii!

Fuiii!

 *Dúvidas, sugestões podem escrever abaixo. 

Morro de São Paulo-BA

Pense num lugar encantador… pois bem este é o Morro!

Um lugar indiscutivelmente apaixonante à primeira vista!

10614129_756699224365147_8899629299115171936_n

Conforme disse no post anterior sobre Salvador (ver aqui), cheguei no Morro da forma mais mochileira, adoro. Rsrs

Segui para o Terminal Marítimo São Joaquim , peguei o ferry boat até Ilha de Itaparica, depois onibus para Valença, e em Valença a lancha rápida até o Morro.

1º dia

Cheguei ai Morro na tarde de sábado, fiz check in no hostel, Hostel Escorrega no Reggae – super indico, limpo, bem aconchegante e os funcionários bem prestativos. Depois segui para ver o por do sol próximo ao cais , no forte.

À noite fui na boate Pulsar Disco, onde houve a festa da espuma. Lugar bem bohemio, com bastante nativos e clima bem descontraido. Curti bastante o lugar, paguei R$ 50,00 pela entrada.

10418437_1556046341296855_3775730034612283945_n

Por do sol

Por do sol

Por do sol

10605996_1557368667831289_8438779698688555969_n

Boate Pulsar

OBS. Paga-se uma taxa de R$ 15,00 (obrigatória) para entrar no Morro.

2º dia

Acordei cedo fui para o passeio Praia Ponta do Curral, Coroa e Gamboa do Morro de São Paulo, que custou R$ 50,00 e foi um passeio bem legal e dá para relaxar bastante.

Este passeio saiu da 3ªpraia e foi feito num saveiro.
A primeira parada do passeio é na deserta Ponta do Curral, onde é um cartão postal com sua areia branca, vegetação preservada e mar calmo.

A segunda parada do passeio é um banco de areia que fica no meio do mar e onde é possível apreciar o lindo visual de Morro de São Paulo de dentro da água.

Após a parada na coroa, o passeio segue com destino a encosta de argila, que fica próxima a praia da Gamboa. O grande paredão de argila é parada obrigatória a quem se dirige a Gamboa. De acordo com os moradores a argila é um esfoliante natural para a pele e por este motivo os turistas que visitam o local saem dali com os corpos repletos desta argila.

Este passeio encerra na praia da Gamboa, onde o turista, se desejar, poderá almoçar numa das barracas ou restaurantes situados na beira da praia.Quem optar em almoçar terá a chance de provar apetitosos pratos da cozinha baiana como moquecas e peixes fritos. A praia da Gamboa é ótima para relaxar e aproveitar a bela paisagem. Possui uma larga e extensa faixa de areia branca e suas águas são tranquilas.

Voltei deste passeio por volta das 15:30h, e resolvi fazer a famosa tirolesa. Deu medo inicial, mas amei. É uma atividade bem segura, recomendo! Paga-se R$ 35,00 pela descida, mas fiz amizade e fui de graça. hehehe

À noite fiz uma caminhada até a 2º praia para jantar.

10624725_1557369441164545_3478281751693688294_n

3ª praia

16359_1557369341164555_7198384387653881047_n

10702202_1557368987831257_167772855987486172_n

Comida baiana

1970354_1557369324497890_7978362163351980620_n

Banho de argila

10540405_1557368764497946_8959043371700453319_n

Tirolesa

3º dia

Esse foi o dia da partida, não queria, mas tinha que ir embora. As vagas no Catamarã já haviam acabado, então resolvi comprar o trajeto direto na agência, o trajeto foi: Lancha rápida até Valença + Van até Itaparica + Barco até o Mercado Modelo -Salvador. Esse trajeto é bem parecido com o que fiz para chegar, sendo que paguei R$ 70,00 por esse transfer (estava cansada e pela agência já estava tudo encaminhado).

Cheguei a Salvador por volta das 13h e fui direto para o aeroporto, já que este é distante e não correr o risco de pegar engarrafamento e perder o voo (às 16:00h).

Foi um fim de semana bem corrido e bem aproveitado. Amei conhecer essa parte da Bahia. Recomendo!!

10710719_1557370271164462_6149730738098575933_n

Ah… Morro de saudade!!

Gastos

Para chegar ao Morro: R$ 44,00

Taxa de turismo (entrada na ilha): R$ 15,00

Hostel Escorrega no Reggae (2diárias): R$ 70,00

Passeio: R$ 50,00

Almoço do passeio: em torno de R$ 33,00

Tirolesa: Grátis (porém custa R$ 35,00)

Festa/Boate: R$ 50,00 + R$ 24,00 consumação

Transfer p Salvador: R$ 75,00

*As demais refeições não fiz anotação, mas tem restaurantes para todo tipo de bolso e gostos.

Até a próxima trip galera!!